COMPARTILHAR
POEMAS DE BRINQUEDO NA RÁDIO INCONFIDÊNCIA
 

Abaixo o áudio do programa Almanaque Brasil, apresentado por Waleska Falci, na Rádio Inconfidência FM. No programa, Álvaro Garcia e Ricardo Aleixo falam sobre o projeto e são declamados poemas do livro. Prato cheio para quem quer saber dos bastidores e propostas do projeto.

20160627_165259

20160625_111425

 

 

 

 

 

 

 

 

POEMAS DE BRINQUEDO NA IMPRENSA
 
POEMAS DE BRINQUEDO: INFORMAÇÕES PARA DIVULGAÇÃO
 

Poemas de Brinquedo
Informações da publicação transmídia

Lançamento em Belo Horizonte

Dia 25 de junho, sábado, 10 h da manhã, na nova Bibloteca Infantil e Juvenil de Belo Horizonte, no Centro de Referência da Juventude, na pca. da Estação, ao lado do Museu de Artes e Ofícios, acontece o lançamento do livro transmídia Poemas de Brinquedo, de Álvaro Andrade Garcia. No evento, será apresentada ao público a versão digital em formato de app para dispositivos móveis e a versão impressa em forma de cartas para manusear e brincar. Durante o lançamento acontece um colóquio sobre usos dos Poemas de Brinquedo em contexto de mediação de leitura e uma pocket performance do poeta Ricardo Aleixo, que vocaliza os textos no app.

O projeto

Neste livro audiovisual e interativo, disponível gratuitamente em formato de aplicativo e também em papel, o artista mineiro Álvaro Andrade Garcia apresenta toda a potencialidade de obras poéticas que ultrapassam o impresso e transbordam para outras mídias. Aliando a palavra escrita à palavra entoada, as imagens poéticas às imagens cinematográficas, ele cria o que Ricardo Aleixo chama de poesia expandida.

Poemas de Brinquedo mostra textos lúdicos que receberam camadas de criação gráfica, animação e vocalização. O conteúdo é adequado e publicado em diversos meios simultaneamente, num arrastão semiótico que também inclui corpo e voz em performance e videoinstalação interativa.

A partir de uma seleção de poemas lúdicos com aptidão visual e/ou sonora para publicação em meio digital, foi produzida uma versão verbivocovisual com camadas de design gráfico, audiovisual e animação. A partir dessa obra finalizada em app foi pensada a obra impressa, em forma de cartas para manusear e brincar, acondicionadas numa luva que também convida o leitor a acessar o app através de um QR code na contra capa.

Em situações de mediação de leitura a obra é farta de estímulos para descobrir com crianças como nascem as palavras, como se inventam palavras (Guimarães Rosa), o que é a comunicação poética (Décio Pignatari). Permite brincadeiras para descondicionar a lógica e abrir novas formas de pensar (koans e Lewis Carroll). Pode ser usada para mostrar como se dá a formação de palavras: sufixos, prefixos, variações sonoras, sotaques, língua culta, língua falada, gírias, idioletos… Pode ser usada para estimular alunos a criar, com sugestões para completar, consertar, imaginar, perder o temor do dicionário, das palavras “difíceis”.

Poemas de Brinquedo se integra a uma coleção de títulos da editora Peirópolis que tratam da cultura da infância.

Os poemas

Há muito esses poemas estão presentes na obra do autor, foram publicados em O Verão Dentro do Peito (1998) e Álvaro (2004), Nunca haviam sido recortados e animados para o público infantil de todas as idades.

Segundo Álvaro, “esses poemas brincantes surgiram para me libertar da própria educação. Cresci numa casa em que a palavra sempre foi tratada com muita seriedade, sempre muito adulta e cheia de obrigações. Todas as paredes tinham estantes cheias de livros, as conversas eram filosóficas, antropológicas, sociológicas, religiosas, políticas, tudo com muita estrutura e conceito. Até que chegou uma época em que quis brincar com a palavra, recuperar seu viés criativo, inaugural. Visitei, então, quantas vezes… a terra da infância e a fala do povo, onde são encontradas ainda frescas e livres, muitas vezes nascendo, sem compromissos. E como brinquei com elas… Para mim, estes poemas são um exercício de descondicionamento, de estímulo ao experimento e à imaginação.”

São textos que perderem a seriedade. voltaram ao momento mágico da criação de palavras e sentidos, terra do experimentar. Poemas para brincar, ler com sotaque, trava-línguas, palavras inventadas, medonhas e coisas escritas errado para consertar. Jogo do dicionário: palavrórios incríveis para adivinhar. Estórias engraçadas e barulhentas, sons para cantar e também azucrinar. Palavras com arestas e desenhos malucos, ainda sem significado, para batizar.

Créditos

Poemas de Brinquedo versão 1.0 – maio de 2016

Álvaro Andrade Garcia e Renata Fahat Borges: editores transmídia

Textos e direção do app Álvaro Andrade Garcia
Design sonoro Ricardo Aleixo
Design gráfico Marcio Koprowski
Software Lucas Junqueira

Realização:

Ciclope – arte e publicação digital  www.ciclope.art.br
Editora Peirópolis www.editorapeiropolis.com.br

O aplicativo é imaginado com o software livre
de publicação digital Managana – www.managana.art.br

A publicação do app é patrocinada pela
Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte

FICHA TÉCNICA DO LIVRO IMPRESSO:
ISBN: 978-85-7596-447-7
Edição: 1
Ano de edição: 2016
Formato: 10,5×14,8cm
Páginas: 64
Idioma: Português
Capa: Brochura

Preço sugerido do livro impresso R$ 35,00 reais.
O app é gratuito publicado sob licença Creative Commons 4.0 BR.

Para crianças e adultos a partir de quatro anos de idade.

Links úteis

Poemas de Brinquedo pode ser encontrado impresso, no formato de cartões,
nas melhoras livrarias e também no site da editora Peirópolis no seguinte endereço:
http://www.editorapeiropolis.com.br/livro/?id=374&tit=Poemas+de+brinquedo+

Para adquirir o livro impresso na livraria da Folha de São Paulo:
http://livraria.folha.com.br/livros/literatura-para-jovens/poemas-brinquedos-alvaro-andrade-garcia-1340875.html

Para adquirir o livro impresso na livraria Cultura:
http://www.livrariacultura.com.br/p/poemas-de-brinquedo-46328259

http://www.sitio.art.br/poemas-de-brinquedo/
Página âncora do app com acesso on line, e também instruções sobre
como baixar o app

http://www.managana.org/player/?c=pb
Link direto para o aplicativo em tela cheia na web usando flash player

http://www.managana.org/player/?c=pb-hd
Link direto para o aplicativo em tela cheia na web usando flash player (em HD – 3 mbps)

O livro também roda localmente em CD ROM e em videoinstalações interativas.

Links úteis para divulgação

http://www.ciclope.com.br/category/imprensa/
Link para seção imprensa do site com informações para divulgação

http://www.ciclope.com.br/poemas-de-brinquedo-videos/
Link na seção imprensa para vídeos do youtube e também para baixar vídeos em HD
para uso em de emissoras de televisão

http://www.ciclope.com.br/poemas-de-brinquedo-fotos-de-telas/
Link na seção imprensa para frames do app

http://www.ciclope.com.br/poemas-de-brinquedo-cartaz-e-folder/
Link na seção imprensa para baixar o cartaz e folder

http://www.ciclope.com.br/poemas-de-brinquedo-fotos-do-livro-impresso/
Link para fotos do livro impresso sendo manuseado

POEMAS DE BRINQUEDO: FOTOS DO LIVRO IMPRESSO
 

Abaixo imagens do livro impresso Poemas de Brinquedo. Uma luva acondiciona os poemas em forma de cartas e os textos do prefácio e pósfácio. Através de um QR Code no livro é possível baixar o app para brincar também no celular.

POEMAS DE BRINQUEDO: VÍDEOS DO APP
 

Vídeos no youtube com trechos dos poemas do app Poemas de Brinquedo (não interativo)

 

 

 

——————————-

Links para os vídeos acima em alta resolução (1280x720p mp4 HD). Clique o mouse direito sobre os links e escolha ‘salvar como’ para baixar.

poemasdebrinquedo.mp4 (89,9 megabytes)

poemasmineiros.mp4 (40,5 megabytes)

poemasnordestinos.mp4 (47,1megabytes)

palavrasgemeas.mp4 (36,6 megabytes)

POEMAS DE BRINQUEDO: FOTOS DE TELAS DO APP
 
POEMAS DE BRINQUEDO: CARTAZ E FOLDER
 
GRÃO, FOGO E MANAGANA NO E-POETRY EM BUENOS AIRES
 

(atualizado em 30 de junho 2015)

O livrE (livro eletrônico) Grão, de Álvaro Andrade Garcia, desenvolvido com o software livre Managana, do ateliê Ciclope de arte e publicação digital, foi apresentado no E-Poetry 2015, evento promovido pelo Electronic Poetry Center, da universidade de Buffalo, NY, EUA em parceria com a Universidad Nacional de Tres de Febrero, da Argentina. O evento aconteceu entre 9 e 12 de junho e fez um apanhado da produção de literatura digital na América Latina e no mundo.

 

No mesmo dia, o prof.  Rogério Barbosa, do CEFET MG apresentou “A poética de Alvaro Andrade Garcia em Sítio da Imaginação: uma poesia em multiplataformas”.

 

Na sequência foi apresentada a obra coletiva Liberdade, realizada em oficina do II Simpósio Internacional de Literatura e Informática, na UFSC. Poemas de Álvaro Andrade Garcia permeiam a interface em forma sonora e em ambientes gráficos, e o software teve a pesada contribuição da mão de Lucas Junqueira. A coordenação do trabalho foi de Francisco Marinho UFMG e Alckmar Santos UFSC. A obra contou ainda com poemas de diversos outros autores.

 

Mais informações no site do evento: http://epc.buffalo.edu/e-poetry/archive/

Para acessar o livrE e conhecer Grão: http://www.sitio.art.br/grao/

Para fotos, vídeos e informação para imprensa sobre o Grão:

http://www.ciclope.com.br/download-do-grao-em-video-full-hd/

http://www.ciclope.com.br/fotos-do-lancamento-do-livre-grao-e-do-software-managana-no-espaco-tim-ufmg-do-conhecimento-em-27062012/

http://www.ciclope.com.br/textos-do-lancamento-de-grao-e-managana/

Para acessar o livrE e conhecer Fogo: http://www.sitio.art.br/fogo/

O GESTO DA PALAVRA, DIA 30 SÁBADO, NO SARAU DO MEMORIAL
 

ATUALIZADO EM MARÇO DE 2015

O Memorial Minas Gerais Vale disponibilizou no youtube entrevistas com Álvaro Garcia e Lucas Junqueira e a gravação completa do declame de poesia que ocorreu no museu Minas Gerais Vale, na pca. da Liberdade, em agosto de 2014. Clique nos links abaixo para assistir.

Texto integral do declame para ler ou imprimir:
http://www.ciclope.com.br/o-gesto-da-palavra

Afinal, o que é poesia? Para responder essa pergunta, Álvaro Andrade Garcia nos apresenta alguns de seus poemas que versam sobre a poesia, enquanto projeta outros, publicados em diversos suportes desde a década de 1980: livros, revistas, cartazes em ônibus, rádio, tv, projeções públicas, declamações, cd roms, pen drives, tablets, celulares e internet. Longe de responder a pergunta, o autor percorre seus textos e alarga a questão, dando a ela várias respostas, quase todas válidas, e mostra que a poesia não tem contorno nem suporte bem definidos. Mas que existe, existe.

Declame de Poesia
O Gesto da Palavra
no Sarau do Memorial

Praça da Liberdade BH MG – Memorial Minas Gerais Vale
Sábado, 30 de agosto, sessões às 11:00 e 13:00 horas
Duração: 40 min. (de 30 a 50 min.)
Classificação indicativa: livre

http://www.memorialvale.com.br/agenda-cultural/sarau-do-memorial-com-alvaro-andrade-garcia/

 

PENBOOK, PENFILMS E DVD SÃO LANÇADOS DIA 22 DE FEVEREIRO
 

O Ateliê Ciclope lança publicações em pen drive e a versão 2.0 do dvd bilíngue Ouro Preto: história e cotidiano de um patrimônio da humanidade no dia 22 de fevereiro, sábado, a partir das 11 horas da manhã, na livraria Mineiriana, rua Paraíba 1419, Savassi, Belo Horizonte MG.

Até dia 27 de fevereiro, quinta, um computador com tela sensível ao toque ficará disponível no local com os conteúdos das publicações, um panorama do que o ateliê produziu nos últimos 10 anos. São andanças pelas cidades históricas, pelos sertões e periferias urbanas, audiovisual, literatura e poesia em novos meios, criação de softwares e muito Brasil. Veja a seguir as publicações multimídia que estarão acessíveis na livraria:

PENBOOK GRÃO: depois de ser exibido na fachada do Espaço do Conhecimento UFMG e estar disponível na internet, para tablets e smartphones, o ateliê lança um pendrive com o livro eletrônico Grão, composto de capa, poema sumário e 9 poemas animados com duração total de seis minutos e meio. Uma cosmogonia poética onde semas ancestrais são animados e mixados com imagens e sons numa tentativa de recriar o mundo através da palavra. Textos em português, inglês, sânscrito e chinês compõem o livrE de Álvaro Andrade Garcia, com software de Lucas Junqueira. Conheça o livro em www.sitio.art.br.

PENFILM SERTÃO VIVO: pendrive contendo versão local do audiovisual interativo Sertão Vivo, hoje em exibição no Espaço Israel Pinheiro, em Brasília. São cerca de 80 filmes com duração total de 3 horas. Os filmes tem resolução de 1280×720 24p. Sertão Vivo entrecruza aspectos geográficos, biológicos, históricos e culturais do cerrado num novelo de filmes distribuídos em 4 linhas – espaços, águas, tempos e caminhos. Conteúdos de mais de 10.000 km de viagens para gravação e cenas inéditas de acervos históricos estão disponíveis. Direção de Álvaro Andrade Garcia, trilha sonora de Paulo Santos. Conheça a produção em www.sertoes.art.br.

PENFILM AGLOMERADO DA SERRA: pendrive contendo versão local do audiovisual interativo Aglomerado da Serra. São vídeos em alta resolução (1280x720p) com 10 entrevistas sobre uma das maiores regiões de favela do Brasil, situada em Belo Horizonte. Durante 3 horas os entrevistados relatam as histórias das antigas granjas e vilas, das idas e vindas de pessoas, da busca pela água, da urbanização. Tudo isso está presente em conversas com moradores antigos e novos que abrem os nossos olhos para questões fundamentais da cidade. Direção de Lucas Junqueira, audiovisuais de Chico de Paula e design de Marília Bergamo. Veja o documentário online em www.reimagina.art.br.

DVD OURO PRETO: HISTÓRIA E COTIDIANO DE UM PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE. Está de volta um documentário que já é um clássico sobre a cidade, produzido pelo ateliê em 2003 e atualizado numa segunda versão bilíngue, português e inglês. O filme foi atualizado com cenas da nova museografia do Museu da Inconfidência, do Trem Turístico entre Ouro Preto e Mariana e o Parque Estadual do Itacolomi. Encontra-se também disponível na internet, no site www.chb.art.br. Direção de Álvaro Andrade Garcia, trilha sonora de Matheus Braga.

Contamos com Daniela Karan no design das penboxes e capa do dvd e com Bruno Assis Fonseca na reforma gráfica dos sites. Marília Bergamo colaborou na evolução da interface e usabilidade do Managana.

É possível adquirir as publicações através da internet no site www.ciclope.com.br/loja. O preço dos pen drives é R$ 45,00 cada e o dvd custa R$ 25,00, mais frete.

Para adquirir as publicações em Belo Horizonte, Livraria Mineiriana; para adquirir o dvd em Ouro Preto: loja do Museu da Escola de Minas, livraria do Centro Cultural e Turístico Sistema FIEMG e na Set Palavras – livraria e videoclube.

————–

Imagens (clique nas figuras para obter uma imagem em resolução mais alta)

Arte das penboxes, caixa e material gráfico da coleção de pen drives publicada, criados pela designer Daniela Karan:

penbbok_grao

penbbok_sertao

 

penbbok_aglomerado

Clique aqui para abrir pdf da capa do dvd bilíngue Ouro Preto – história e cotidiano de um patrimônio da humanidade, versão 2.0 também criada pela designer Daniela Karan.

Convite eletrônico:

convitelancamentociclope

Endereço da loja na internet para adquirir os penbooks e o dvd:
www.ciclope.com.br/loja

Endereços dos sites que disponibilizam on line os conteúdos:

www.sitio.art.br/grao
www.sertoes.art.br
www.reimagina.art.br
www.chb.art.br

página 1