COMPARTILHAR
SUSPIRO
 

Se a alma não é pequena e as falanges tremulam como varas prensando a folha, rasgando a folha, ignorando a folha. Se o ânimo é distante, o calor distante, o riso distante, e a falta faz mormaço e manto. Se o corpo ainda não aceita e verga e dobra e evita, se os olhos fazem quinas enquanto pulpita o coração. Se de fato houve o ocorrido, se se viveu o que de fato se viveu, não morre o que se instalou, nessa saudade.

Álvaro Andrade Garcia

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *